Como recorrer a multa de trânsito

Se você deseja saber como recorrer a multa de trânsito, primeiramente é interessante que você busque analisar se a cobrança realmente existe de fato ou é somente um golpe, onde depois disso é preciso que você espere o recebimento do seu boleto para o pagamento.

Assim, em seguida, você deve buscar juntar todos os documentos que mostrem a comprovação e a ilegalidade da sua cobrança, procurando formular corretamente o seu pedido para entrar com recurso junto ao JARI.

Com isso, ao ter conhecimento sobre como e onde você deve recorrer a multa, você possui a chance de não ter que cumprir qualquer penalidade que seja estabelecida por algum órgão de trânsito.

Saiba mais como recorrer a multa de trânsito

É extremamente importante que você saiba como recorrer a multa de trânsito, pois ao saber de todas as informações você não irá receber os pontos na sua Carteira Nacional de Habilitação ou também conhecida como CNH, pois quando acumulados podem acabar resultando no seu direito de dirigir.

Sendo assim, confira abaixo o que você deve fazer para recorrer a multa de trânsito:

  • Caso o seu carro seja autuado ou flagrado por algum equipamento eletrônico, por um agente de trânsito ou um policial, é necessário que você saiba que autuado não significa que você estará sendo multado.

Com isso, você possui total direito de defesa, e caso você possua dúvidas sobre a veracidade de tal infração e se julgue uma pessoa inocente, é preciso que você realize a sua contestação.

  • Outro ponto é em relação ao fato de que após ser autuado em um prazo de dois meses, você terá que receber uma notificação formalmente na sua casa, onde a partir disso, você terá um mês para poder se defender.

Além disso, é essencial que você saiba que a notificação já possui com essa data limite impressa.

  • Você deve ainda buscar o órgão responsável por lhe multar, o qual pode ser o Detran ou a Agência Municipal, para que assim você retire um formulário de recurso.

Assim, você deve redigir a sua defesa, sempre explicando da melhor forma a causa de tal multa, e para isso, você pode encontrar alguns modelos básicos de textos na internet.

Feito isso, após preencher o formulário do recurso, você deve levar até o órgão emissor da sua multa apresentando algumas cópias, como a de identidade, comprovante de residência, carteira de habilitação, documentos do seu carro, notificação da sua multa e as vias do recurso.

  • É essencial ainda que você lembre-se de que não adianta procurar os órgãos de trânsito para fazer qualquer questionamento da sua multa, pois discutir com os atendentes, os quais na maior parte das vezes não possuem conhecimento técnico, são apenas colocados para atender o público e não solucionar tal problema.
  • Provavelmente a sua defesa irá ser analisada por um conjunto administrativo de recursos de infrações, conhecido como JARI, o qual pode ou não concordar com as suas alegações, e tomando a decisão de efetivar ou eliminar a sua multa.

Mas, de qualquer maneira, ela deve realizar o julgamento do seu recurso e lhe fazer o envio de uma resposta dentro de um mês, no máximo.

E caso tal junta não faça a aceitação das suas explicações, você poderá receber novamente a notificação para poder realizar o pagamento da multa.

  • Caso você não queira realizar o pagamento da multa, você pode ainda desistir de tal recurso administrativo e fazer a opção por um recurso judicial por meio dos tribunais que resolvem pequenas causas, ou seja, dentro da justiça comum, com todos os trâmites de um processo normal.

Portanto, saber como recorrer a multa de trânsito é algo essencial e deve sempre ser estudado, pois você pode sempre utilizar de diversos argumentos para a tentativa de anulação da sua multa de trânsito. Porém, para isso, é preciso que você busque mais estudos ou contrate uma pessoa que tenha experiência para fazer tudo para você.

Veja também

Aprenda Definidamente Tudo sobre Leilões:

  Imagine você voltando de um leilão de Carros depois de ARREMATAR um Veículo pela …