Carros elétricos – O que são e como funcionam?

Apesar de serem considerados uma peça fundamental para quem quer ajudar na diminuição das emissões de gases poluentes, os carros elétricos ainda são muito controversos e trazem dúvidas.

Algumas pessoas são totalmente contra o seu uso já que a bateria possui uma vida útil muito menor que outros modelos, sendo assim descartada após um tempo.

Assim, se não existir um processo de reaproveitamento, essas baterias irão se tornar extremamente poluentes para o próprio meio ambiente, não cumprindo assim o seu papel inicial.

Sem contar que muita gente defende que esses carros são alimentados por energia elétrica, que agride tanto o meio ambiente por conta das usinas construídas.

Afinal, o que são carros elétricos?

Obviamente, um carro elétrico funciona com eletricidade, sendo que existem diversos modelos de carros elétricos hoje disponíveis no mundo.

Alguns desses veículos usam de uma bateria como fonte principal para sua energia, outros podem ser até mesmo movidos a base de hidrogênio.

Hoje em dia já são cerca de 100 protótipos de carros disponíveis, e 80 protótipos de ônibus elétricos no mundo.

Essa é uma tecnologia que não é barata, mas que ainda, aparece como uma grande tendência dos carros e da locomoção para o futuro.

Com os carros elétricos funcionam?

Esses carros possuem um motor elétrico no lugar do motor tradicional a combustão, sendo essa a principal diferença. Uma outra característica marcante desses veículos é que eles não fazem nenhum barulho, e mal dá para notar a diferença entre eles ligados e desligados.

Para um carro elétrico funcionar é preciso que exista a combinação de três itens necessários:  O motor elétrico, a bateria e o regulador de motor. O regulador irá obter a energia das baterias e transmitir assim para o motor.

No pedal do acelerador de um carro elétrico existem dois resistores variáveis (potenciômetros) que transmitem então um sinal para esse regulador. Isso consegue possibilitar que o próprio regulador identifique quanto de energia é necessária.

Os potenciômetros são utilizados a fim de evitar possíveis acidentes e problemas, e por isso dois. Assim o regulador recebe um sinal de ambos e identifica que esses sinais são semelhantes.

Caso os sinais sejam diversos, o regulador então fica inoperante. Já se estiver tudo ok, o regulador irá “pulsar” o motor, e este envia então a quantidade de energia necessária para que o veículo se movimente.

Os carros elétricos utilizam uma bateria com 2 formas: corrente alternada a partir de inversores de tensão e corrente contínua gerada diretamente pela bateria.

No geral também existem circuitos que irão dar ao freio as capacidades de recarregar essa bateria, pois a força exercida durante todas as frenagens, irá retornar sobre forma de energia para a bateria.

Os benefícios dos carros elétricos

O carro elétrico primeiramente é uma opção extremamente sustentável para o mercado automobilístico, um dos mais poluentes no setor.

Isso porque esses veículos são movidos sempre a base de um motor elétrico, extremamente silencioso, e que pode ser uma alternativa muito interessante para a possibilidade de ampliação das tecnologias sustentáveis de todo o mundo.

De uma maneira geral, é possível afirmar que hoje o carro elétrico possui vários benefícios, não somente para o usuário, como para o meio em que ele vive.

Eles podem ajudar a reduzir todos os níveis de poluição ambiental, preservar as fontes importantes dos recursos naturais do nosso planeta e não promover a poluição sonora que estamos acostumados no trânsito.

Além disso, o custo da eletricidade por kwh é cerca de R$ 0,50 se comparado com o custo de combustível por litro que hoje já beira R$ 5,00.

O rendimento médio dentro da cidade por litro também é maior, na qual a energia como fonte sustentável consegue gerar até 2 litros a mais do que o combustível tradicional.

São muitas as montadores que estão desenvolvendo os veículos elétricos para o consumo, além dos modelos que já estão presentes hoje no mercado, como a Nissan, BMW, Honda e Chevrolet.

As empresas já apresentam cada vez mais modelos e protótipos de automóveis elétricos em feiras de todo o mundo, como a famosa e tradicional feira de tecnologia Consumer Electronics Show (CES).

A expectativa para o mercado automobilístico é que esses carros se tornem cada vez mais frequentes nas ruas de todo o mundo nos próximos anos, provendo assim uma discussão maior sobre a sustentabilidade e a preservação do meio ambiente.

Qual a diferença entre os carros elétricos e os híbridos?

Os veículos dito híbridos plug-in, além de possuírem um motor elétrico, também possuem um motor a combustão. Assim a energia armazenada nas baterias pode ser utilizada para a propulsão do motor elétrico e em caso de necessidade, o carro recorre ao de combustão.

Já os carros elétricos funcionam somente e exclusivamente com um motor elétrico e não contam com um plano B.

Veja também

Aprenda Definidamente Tudo sobre Leilões:

  Imagine você voltando de um leilão de Carros depois de ARREMATAR um Veículo pela …