X
    Categories: ConsultasDicas

Documentos para transferência de veículo

Em relação aos documentos para transferência de veículo, além de motos, na hora da venda é extremamente importante que todo esse processo seja realizado corretamente. Assim, o vendedor e o comprador devem sempre cumprir os procedimentos definidos pela legislação.

Geralmente, a transferência de veículos no DETRAM é algo obrigatório quando alguma venda é realizada, em que o prazo permitido para a realização dessa transferência é de somente um mês corrido, em que o novo proprietário sofre o risco de sofrer penalidades, como multas e perda de pontos na carteira.

Assim, pode-se dizer que para transferir o veículo é necessário a emissão de um novo Certificado de Registro de Veículos ou CRV, e também o CRLV, onde para isso é necessário colocar certos documentos em dia.

Conheça mais sobre os documentos para transferência de veículo

Normalmente, ser surpreendido com alguma notificação de multas de veículos que já tenham sido vendidos é algo que está se tornando cada vez mais comum.

Assim, é fundamental tomar conhecimento sobre as exigências dos documentos para transferência de veículo, tendo todo o cuidado no momento de transferir para evitar dores de cabeça.

Por isso, para tirar todas as suas dúvidas, iremos apresentar abaixo todos os processos obrigatórios para a transferência de veículos e também sobre as responsabilidades de cada uma das pessoas envolvidas na venda e na compra. Confira!

Como funciona todo o processo de documentos para transferência de veículos?

Geralmente, todos os veículos apresentam um registro onde são encontrados diversos dados sobre ele, que vão desde a sua fabricação até os dias atuais. Assim, é essencial ter conhecimento sobre os documentos para transferir o veículo caso você tenha vendido o seu.

Normalmente, todo o registro se encontra localizado na Base de Dados do DETRAN e no Registro Nacional de Veículos Automotores, ou também chamado de RENAVAM.

Assim, a principal intenção é que se controle os veículos que ficam circulando pelas ruas e as suas características, onde pode-se identificar alguns casos de anormalidades.

No caso da transferência de um veículo, seja na hora da compra ou venda, é extremamente importante juntamente com a posse do mesmo, também passar todas as responsabilidades legais sobre ele, além ainda de realizar a atualização das informações do DETRAN e do RENAVAN sobas as características atuais.

Quais são as obrigações do comprador e do vendedor?

Normalmente todo o processo é basicamente de responsabilidade da pessoa que está comprando o veículo, onde o vendedor deve apenas assinar o CRV e reconhecer firma em cartório, além de informar qual a unidade regional do DETRAN onde a venda está sendo realizada.

Assim, tal comunicação de venda é essencial que seja realizada no máximo um mês depois da venda, e que não apresente quaisquer custos, o que torna desnecessário que haja o envolvimento de despachantes nos trâmites.

Além disso, é bastante interessante que o vendedor procure guardar uma cópia de toda a documentação envolvida para assim ter um melhor controle em relação aos prazos que devem ser seguidos pelo comprador.

Quais os documentos precisos para a transferência de veículo?

Para transferir um veículo é fundamental reunir certos documentos para então começar o processo de toda a parte burocrática dos trâmites e, por isso, você deve anotar tudo, sendo essa a melhor maneira de garantir que você não esqueça de nada.

Sendo assim, confira a seguir qual é a lista de documentos necessários que você deve ter em mãos para a realização da transferência de veículos:

  • É essencial que você tenha tanto o original como uma cópia da sua Carteira Nacional de Habilitação ou os documentos que equivalem a ela, como CPG e RG;
  • É preciso que você também tenha as cópias do comprovante da sua residência de pelo menos últimos três meses em nome do comprador;
  • É necessário ainda que o CRV seja o original e esteja preenchido pelo dono anterior, com firma reconhecida em cartório tanto do comprador como do vendedor;
  • Você deve ter ainda a cópia e o original do CRLV, juntamente com todos os comprovantes de pagamento do Imposto sobre o IPVA, licenciamento e multas que estejam quitadas, onde todos devem ser garantidos pelo dono anterior;
  • Além disso, é necessário que você tenha duas vias originais do formulário preenchido do RENAVAM, além de dois decalques do número do chassi do veículo, os quais devem ser retiradas em etiquetas sendo colocadas atrás do formulário do RENAVAM;
  • Por fim, é preciso que você tenha uma certidão ou pesquisa do RENAVAM, os quais comprovam que não existem qualquer débito administrativo quanto ao veículo, onde esses podem ser solicitados por qualquer uma das unidades do DETRAN e sem qualquer custo.

Portanto, com todos os documentos para transferência de veículo em mãos, você já poderá comparecer em uma agência bancária que possua convênio com o DETRAN, para então realizar o pagamento da taxa de transferência

editor :