X
    Categories: Dicas

Refinanciamento de veículos, como fazer?

Você está querendo fazer um empréstimo, mas ainda não sabe qual opção escolher? O refinanciamento de veículos pode ser uma ótima opção.

Ele é uma alternativa bem vantajosa para aqueles que desejam contornar o aperto financeiro ou usar o dinheiro para investir em algo. As condições, taxas e prazos são mais atraentes do que os empréstimos tradicionais.

Nessa modalidade você pede um empréstimo em uma instituição financeira e oferece como garantia o seu veículo. Assim, caso você não pague, eles podem tomar o seu bem.

Por esse motivo os prazos são menores, devido ao baixo risco que a instituição possui. Vamos conhecer um pouco mais sobre essa modalidade.

Como funciona o refinanciamento de veículos

Nessa modalidade você coloca seu veículo a disposição da instituição financeira e enquanto durar o contrato o veículo ficará alienado ao banco, porém a posse continuará sendo sua.

Você pode contratar um refinanciamento de veículos no valor de até 80% da cotação (Fipe ou Molicar). Neste caso a sua renda que definirá o quanto pode pagar de parcela mensal.

Por ser uma operação com baixos riscos para o banco, ele consegue oferecer taxas bem baixas e prazos a perder de vista. Assim, as parcelas ficam pequenas e acessíveis a muitas pessoas.

Quando você acabar de quitar todas as parcelas, o carro voltará a ser seu em definitivo.

Como fazer o refinanciamento de veículos

Para fazer o refinanciamento de veículos você deverá ir até o banco levando seus dados e os dados do automóvel. Você poderá ainda preencher seu cadastro online e enviar diretamente para análise de crédito.

O banco irá analisar sua linha de crédito e lhe conceder o empréstimo ou não. Você só poderá fazer o refinanciamento se o automóvel estiver totalmente quitado, salvo quando estiver alienado à mesma instituição que aprovou seu crédito.

Neste caso a liberação acontece porque o saldo é quitado e o banco devolve a diferença.

Antes de pedir um empréstimo é aconselhável que você faça várias simulações em várias instituições diferentes. Isso vai permitir que você compare as ofertas e veja qual melhor lhe atenderá.

Elas podem variar bastante de um banco para outro, por isso, é bom fazer uma comparação. Veja as taxas, formas de pagamento, prazo, montante oferecido, valor das parcelas, etc.

Depois de fazer a simulação é só esperar a instituição aprovar o empréstimo e você já poderá assinar o contrato.

Qual a melhor maneira de se programar para fazer um refinanciamento de veículos?

Antes de fazer o empréstimo você precisa estar programado para arcar com as despesas. Nesse momento é necessário fazer uma avaliação do seu orçamento.

O valor da parcela não poderá ultrapassar 30% da sua renda mensal. Porém esse valor ainda sim é muito alto. O ideal é considerar até 15%, para que não possa gerar problemas futuros no seu orçamento devido a imprevisto.

Faça um planejamento para saber quanto poderá pagar por mês e quanto você realmente irá precisar de empréstimo. Aconselhamos nunca pegar mais dinheiro do que realmente precise.

Quais as vantagens do refinanciamento de veículos?

Esse tipo de empréstimo tem sido muito utilizado devido aos grandes benefícios que podem trazer para quem está precisando de dinheiro. Veja algumas vantagens dessa linha de crédito.

  • Taxa de juros menores

Como você está dando um veículo de garantia para seu empréstimo, os riscos da operação diminuem, fazendo com que a instituição financeira possa cobrar taxas bem menores do que o empréstimo tradicional.

  • Empréstimos de alto valor

O mesmo motivo dos juros serem menores, funciona também para o valor do empréstimo. Como o banco tem uma garantia ele terá menos riscos, por isso pode aumentar o valor do montante.

Quanto maior o valor do veículo, maior será a chance de você ter um crédito mais alto liberado.

  • Poder fazer o que quiser com os recursos

No refinanciamento de veículos não é necessário dizer qual será a destino do dinheiro, ou seja, você pode utiliza-lo para o que quiser.

Já nas outras modalidades de crédito você precisa ter uma destinação específica. Aqueles clientes que possuem dívidas no banco e desejam quita-las pode utilizar essa modalidade.

Assim pagam as dívidas e ainda ficam com o “troco” para fazer o que quiser. Depois é só ir quitando as parcelas aos poucos.

  • Prazos de pagamentos maiores

Os prazos de pagamento podem ser bem extensos, o que faz com que a parcela tem um valor menor, não pesando no orçamento e sendo acessíveis a mais pessoas.

Como o veículo será avaliado?

No Brasil, os veículos são avaliados pela tabela Fipe. Ela se baseia no valor médio dos modelos de carro de acordo com o ano de fabricação. Pode acontecer de ter variação no preço devido às condições de conservação.

A instituição financeira pode fazer sua própria avaliação, que será o valor considerado na hora do empréstimo.

Foi possível entender um pouco mais sobre refinanciamento de veículos. Leia também sobre 5 dicas para comprar seu carro à vista.

editor :